A ansiedade atormenta - Saiba como deixá-la de lado durante o trabalho

18/12/2018 - Muitos profissionais estão desmotivados com seu trabalho, seja pela falta de oportunidades ou propósito


 

Nervosismo, estresse e ansiedade.

Diferentes versões de um mesmo problema, as quais variam na intensidade com que se manifestam.Seja como for, é assunto que exige atenção.

Dada a sua seriedade, muitas organizações passaram a rever seus modos de produção, como forma de deixar o ambiente corporativo mais leve e convidativo, sem excessos.

É ótimo quando a empresa assume a questão como algo seu, mas isso não elimina a sua responsabilidade no processo.

É preciso que a mudança também parta de você, modificando maus hábitos mantidos na rotina.

Quer saber como? Confira algumas dicas valiosas que podem ajudar a controlar a ansiedade e reduzir o estresse e o nervosismo.

1. Descubra a sua fonte de estresse

O primeiro passo para controlar esse mal é identificar o que o causa.

Para tanto, você deve olhar bem de perto para os seus hábitos, atitudes e desculpas. Foque nas questões comportamentais.

Às vezes, mesmo sem querer, você pode vir a ignorar os sentimentos, pensamentos ou condutas que são os causadores do seu estresse e ansiedade.

Por exemplo, você talvez esteja sempre preocupado com os prazos curtos para finalizar suas tarefas, mas não reconhece que é a sua demora em realizar as atividades e não as demandas do trabalho que levam ao estresse.

2. Mantenha o seu ambiente organizado

Não há nada mais desgastante do que trabalhar em um escritório desorganizado, onde nada é encontrado.

Sabe aquela mesa cheia de papéis, que você olha e não sabe nem por onde começar? Pois é, certamente não ajuda em nada com a sua ansiedade.

Por isso, é fundamental que você faça o que puder para manter, pelos menos, o seu ambiente de trabalho organizado.

Para começar, arrume a sua mesa e crie um local harmonioso e acolhedor para desenvolver as suas ideias.

Se sua empresa permitir, decore seu escritório com objetos que façam você se sentir bem. Vale fotos da sua família, algum símbolo religioso, pedra do seu signo, incensos.

Seja o que for, o importante é a sensação de tranquilidade e acolhimento.

Podem parecer pequenas atitudes, mas são a partir delas que as verdadeiras mudanças acontecem.

3. Trace prioridades

Com um ambiente mais organizado, você já está pronto para dar o próximo passo: estabelecer prioridades no trabalho.

Se você faz aquele tipo que fica perdido em meio a tantas atividades, é hora de planejar e organizar as tarefas que devem ser cumpridas.

Quando as prioridades não estão definidas e tudo acaba ficando para a última hora, a ansiedade se potencializa ainda mais.

A dica aqui é que organizar seus afazeres por uma ordem que faça sentido para você.

Exemplo: tarefas importantes, circunstanciais ou emergenciais. Assim, fica mais fácil saber o que executar primeiro e o que pode ficar por último.

Vale usar nesse exercício uma poderosa ferramenta administrativa, a Matriz GUT.

Outro conselho valioso é estimar o tempo necessário para cada afazer. Dessa forma, você não coloca na sua agenda mais compromissos do que é capaz de resolver.

Para ter uma margem de segurança e conseguir lidar com eventuais imprevistos, estime cada período com alguma sobra.

Antes de iniciar um nova semana, reserve algum tempo para planejar os dias que estão por vir com toda a calma que eles exigem.

6. Decida e não postergue

O estresse crônico afeta a capacidade das pessoas de tomar decisões.

Então, sempre que possível, tente solucionar seus problemas o mais rápido possível.

Só não confunda com impulsividade.

É claro que existem situações em que é preciso refletir muito bem antes de definir o que fazer, medir as as consequências, mas procrastinar também não é a decisão mais acertada.

Não é por que o prazo ainda está longe de terminar que você precisa deixar para depois.

Quanto antes as tarefas forem solucionadas, mais cedo a sensação de ansiedade vai embora.

7. Pense positivo

Não tem nada que atraia mais o baixo astral do que pensamentos negativos. Foque na positividade e fuja de tudo aquilo que o coloca para baixo.

Às vezes, o pessimista nem é você, mas aquele colega que senta ao seu lado e faz questão de ressaltar o pior de cada situação ou pessoa.

Não permita que essa energia negativa contamine o bom humor e a autoestima que fazem parte de você.

Pense positivo, respire fundo e se preocupe menos.

8. Mude de hábitos

Com frequência, é comum que as pessoas fiquem irritadas e ansiosas ao perceberem os anos passando sem que consigam evoluir e ir além em suas carreiras.

Acontece com você?

Talvez esteja na hora de sair da rotina e se reinventar. Nada de continuar fazendo sempre as mesmas coisas se elas não dão mais certo.

Procure novas maneiras de tornar as atividades diárias mais agradáveis e convidativas à criatividade.

O trânsito estressa você na ida ao trabalho? Se a distância não for muito grande, mude o meio de transporte. Deixe o carro na garagem e vá de bicicleta. Além de ser mais saudável, o meio ambiente agradece a sua escolha.

Procure refletir sobre cada hábito seu e veja o que você pode fazer para controlar a ansiedade. Trabalhe para que os momentos de bem-estar em sua vida sejam cada vez mais frequentes.

9. Cultive os bons hábitos

Nem tudo o que você está fazendo está errado, com toda certeza.

Então, procure manter o que faz você bem e, se possível, intensifique essas atividades e características.

Para identificar suas forças e fraquezas, imergir em um processo de autoconhecimento pode ser uma ferramenta poderosa.

Você pode aumentar a sua resistência ao estresse cuidando da saúde física. Exercite-se regularmente – pelo menos 30 minutos, três vezes por semana.

Prefira refeições balanceadas e nutritivas, mastigue lentamente e evite fazer outras coisas  ao mesmo tempo.

Também fuja de soluções mágicas, como a automedicação. Ela pode fornecer um escape fácil para o estresse, mas lembre que o alívio é apenas temporário e paliativo, isso sem contar que pode gerar efeitos colaterais.

Durma o suficiente para se sentir descansado e pronto para recomeçar a rotina.


 

  •  Fonte : https://www.infomoney.com.br/carreira/gestao-e-lideranca/noticia/7661337/a-ansiedade-atormenta-saiba-como-deixa-la-de-lado-durante-o-trabalho-
     NEOCONSIG